16 de dezembro de 2017

Carro novo ou usado: qual vale mais a pena?

carro novo x usado Carro novo ou usado: qual vale mais a pena?
Comprar um carro usado ou investir em um carro novo é uma dúvida habitual entre as pessoas que querem trocar de automóvel ou adquirir seu primeiro veículo. O que será que mais valeria a pena? Se você está nesta situação de indecisão, que tal descobrir os prós e contras entre cada caso e decidir o que se ajusta mais às suas necessidades e, é claro, às suas finanças? Continue com a leitura!

Vantagens:

Comprar um carro novo

Cada vez mais as fábricas estão investindo em garantias abrangentes de alguns anos, que cobrem custos de reparos e substituição de peças, além de outros serviços de manutenção. Os modelos mais novos também oferecem maior flexibilidade para que você encomende aquele automóvel do jeito que você queria, com a cor, os acessórios e as opções desejadas. O veículo novo não vai correr riscos de apresentar nenhum desgaste ou problemas mecânicos — e caso isso aconteça por algum vício de fabricação, você poderá usar a garantia oferecida.

Além disso, o comprador terá acesso a tecnologias mais modernas de segurança, algumas das quais têm sido obrigadas a vir de fábrica nos modelos recentes, como freios ABS e air-bags, por exemplo.

Comprar um carro usado

Os carros usados estão continuamente com preços mais baixos de venda, o que pode ser uma boa saída para quem tem menos dinheiro em caixa. Se a transação for realizada com um vendedor privado, ou seja, sem intermediários, provavelmente você pagará ainda menos. Os carros usados continuam a depreciar, mas em um ritmo de desvalorização menos acelerado do que os carros novos. A maior depreciação dos automóveis acontece nos primeiros três anos de existência do modelo no mercado.

Desvantagens:

Comprar um carro novo

O primeiro ponto negativo de adquirir um veículo novo é o preço mais elevado. Sem dúvida, o mesmo modelo de um carro do ano custará muito mais do que seu antecessor. E a depreciação será instantânea: um veículo novo já desvaloriza pelo menos 15% assim que sai da concessionária ou loja de automóveis. Os seguros e impostos também serão mais elevados em comparação com os carros imediatamente mais antigos. Com um veículo novo, você ficará mais angustiado em ser atingido no trânsito ou raspar a pintura no estacionamento.

Comprar um carro usado

Um empréstimo para adquirir um veículo usado pode apresentar taxa de juros mais elevada do que os financiamentos de carros novos. Além disso, muitas instituições financeiras costumam não emprestar recursos para a compra de automóveis muito antigos. A garantia é limitada ou inexistente: se você comprar de um vendedor privado, então, você não poderá abater o preço dando seu carro anterior como entrada, nem ter plena segurança de que o veículo não oferece danos ocultos.

É óbvio que você pode acionar a pessoa na Justiça depois, mas tanto a avaliação das condições do carro quanto de sua documentação correm por sua conta e risco. Além disso, você levará o carro da forma que o modelo estiver (cor, número de portas, etc). Encontrar um automóvel do jeitinho que você quer poderá levar meses. Outra questão é que o carro usado certamente vai apresentar maiores custos de manutenção.

As razões que levam as pessoas a comprar um veículo novo ou usado não são as mesmas. Só você mesmo, portanto, é que será capaz de avaliar suas condições financeiras e as demandas de uso que sua família e sua rotina vão exigir. Se você está sofrendo com o momento de crise, por exemplo, talvez a melhor opção seja o carro usado e, quando a economia estiver regularizada e estável, você poderá comprar um carro novo.

Qual é a escolha certa para você? O que você pensa sobre os prós e contras dos carros novos e dos usados? Compartilhe sua opinião com a gente, escreva nos comentários!

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário