19 de junho de 2019

Análise do livro “Orçamentos e Previsões”

118420271 1GG Análise do livro Orçamentos e PrevisõesRecebi a poucos dias da editora MBooks o livro “Orçamentos e Previsões” de  Nigel Wyatt e tradução para o português de Jorge Ritter.

Gostei do livro.

Wyatt, afirma que empresas possuem um controle orçamentário para capacitá-las a alcançar seus objetivos, assim o ponto de partida é a definição dos objetivos.

Concordo com ele, tudo começa na definição do que queremos.

O livro possui 12 capítulos num total de 224 páginas. É rico em exercícios onde o autor faz perguntas que levam o leitor a refletir sobre o conteúdo anteriormente abordado.

O capítulo 2 traz a distinção entre orçamento e previsão.  Para Wyatt orçamentos descrevem um futuro mais provável enquanto previsões um orçamento mais provável.

No capítulo 3 conceitos de custo, custeio, despesa, caixa, valor, receita, capital de giro, balanço e fluxo de caixa são trabalhados pelo autor.

O capítulo 4 foca a elaboração do orçamento.

Os capítulos 5 e 6 falam sobre como orçar e controlar o caixa e despesas de capital. E assim encerra-se a parte 1 do livro.

A parte 2 aborda desde temas como o risco e o balanced scorecards até a famosa teoria motivacional de McGregor com suas abordagens X e Y sobre o comportamento humano no trabalho.

A leitura é agradável e de fácil assimilação.

Recomendo o livro para profissionais que desejam realmente entender a importância da realização de orçamentos e previsões e como estes são imprescindíveis na administração de uma empresa.

É um livro prático que ajuda gerentes a evitar muitas armadilhas.

Abraço!

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva

Adicionar comentário