16 de dezembro de 2017

Crise financeira na sua empresa? 4 dicas para sair do vermelho

crise financeira na sua empresa 4 dicas para sair do vermelho e1506013092872 Crise financeira na sua empresa? 4 dicas para sair do vermelho

A pior crise financeira já enfrentada pelo país. É assim que os veículos de comunicação têm noticiado a situação do Brasil. Não é em vão. Com o recuo de 3,6% do PIB, quase todos os setores da economia foram prejudicados. O varejo apresentou variação negativa de 6,2%, a indústria de 6,6% e a safra de 12,2%. Definitivamente, uma situação nada agradável para o empreendedor.

Provavelmente, muitas empresas que sobreviveram a essa onda estão no vermelho. É o seu caso? Então esse post de hoje é para você. Resolvemos trazer, logo a seguir, 4 dicas para que os nossos leitores superem a crise financeira na empresa e saiam do vermelho. Acompanhe conosco tudo o que precisa saber para recuperar o seu negócio!

1. Faça uma análise dos fluxos de caixa

Em primeiro lugar, é fundamental avaliarmos os fluxos de caixa da empresa ao longo de todos os anos. Isso envolve tanto o período anterior a crise, quanto no momento em que as coisas começaram a sair do controle. Assim podemos entender exatamente o que aconteceu com a empresa. Será que nos endividamos mais do que era possível, por exemplo? Deixamos de fazer reservas?

São inúmeras as perguntas que podem ser respondidas apenas ao realizar essa análise. É justamente por esse motivo que devemos sempre manter um bom controle dos fluxos de caixa, afinal, eles podem trazer informações sobre todo o histórico da organização.

2. Elabore um plano estratégico de recuperação

O plano de recuperação é o segundo passo para tirarmos a empresa das dívidas. No caso, é preciso ignorar completamente todas as metas que tínhamos anteriormente e repensar completamente os rumos da organização. Afinal, as prioridades mudaram e, por conta disso, é indispensável repensarmos as estratégias e planos de ação do negócio.

Esse plano de ação deve ser seguido até a empresa estar recuperada. Só então podemos retomar a normalidade e voltar a pensar em outros pontos, como o crescimento, por exemplo.

3. Renegociação de dívidas do negócio

Claro que um dos pontos que merecem destaque é a renegociação de dívidas da empresa. É preciso entrar em contato com o banco para reavaliar as condições, como as taxas de juros, por exemplo. Caso isso não seja possível, é interessante verificar novas formas de pagamento.

Seria interessante, por exemplo, aumentar a quantidade de parcelas do empréstimo? Quem sabe pagar a dívida com outro empréstimo, que tenha taxas reduzidas? É interessante pesquisar para descobrir qual é a melhor solução para a sua empresa.

4. Conte com o suporte da tecnologia

Por fim, é muito importante que a sua empresa tenha o suporte da tecnologia nesse momento. Afinal, os sistemas atuais permitem que o gestor tenha o controle total das finanças da empresa: dos fluxos de caixa aos estoques. Assim, é possível reunir as informações em tempo hábil para a tomada de decisão o que é fundamental nesse momento.

Além disso, os dados fornecidos pelos sistemas são mais confiáveis, já que as atualizações são feitas automaticamente. Certamente, esse é um excelente passo para sair da crise financeira na empresa.

Gostou do nosso post sobre crise financeira na empresa? Então entre em contato conosco e conheça nossas soluções!

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário