19 de abril de 2019

Devo comprar ações em 2015?

Devo comprar ações em 2015 Devo comprar ações em 2015?Procurar boas formas de investimento é uma preocupação de muitas pessoas interessadas em aumentar seu capital e guardar para o futuro. Muitas pessoas, principalmente os jovens, demonstram o desejo de apostar em aplicações financeiras para acelerar seu crescimento econômico. Mas, em meio a diversos tipos de investimento e com o país envolto com uma crise, quem não estuda a fundo o assunto acaba perdido. Será que este ano tão complicado pode ser um bom momento para comprar ações? Encontre essa resposta lendo nosso post!

O que significa comprar ações

Adquirir uma ou mais ações representa ter uma parte do capital de uma empresa. O investidor, portanto, se torna sócio da organização, vira dono de uma determinada parcela, que é expressa em porcentagem.

As atuais dificuldades para os investidores

O ano de 2015 tem se revelado um ano difícil para os que investem em ações. Houve o aumento do PIS/COFINS (contribuições obrigatórias para as empresas), o retorno da CIDE (um tipo especial de tributação), a recomposição do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), além do aumento da inflação, taxas de juros e do desemprego, entre outros fatores econômicos. Tudo isso se reflete na Bolsa de Valores, caracterizada pela sua instabilidade.

O que tem oferecido menos segurança

Quem considera a compra de ações de empresas de bebidas e mineradoras, por exemplo, precisa ter bastante cautela. As empresas de bebida têm sofrido com o aumento no valor dos hedges (operações que protegem as ações contra as oscilações da Bolsa de Valores) e no custo de matéria-prima (o alumínio das latinhas, sobretudo). Essa indústria enfrenta problemas ainda nos gastos com a energia elétrica e com a elevação dos tributos. Já as mineradoras enfrentam a crise da exportação do minério de ferro e os problemas da economia mundial. Mesmo assim, de acordo com uma pesquisa efetuada pela revista Exame.com, duas empresas das áreas citadas tiveram três recomendações positivas entre 12 corretoras:

  • Ambev: por ser líder no mercado nacional de bebidas, oferece alta confiabilidade ao investidor.
  • Vale do Rio Doce: os analistas acreditam que o preço do minério de ferro aumentará no médio ou longo prazo, além de haver possibilidades de crescimento na exploração de outros minérios.

O que esperar dos bancos em 2015

O aumento das taxas de juros é um fator positivo para os bancos, apesar do aumento da inadimplência. Para quem deseja comprar ações de bancos, duas instituições se destacam:

  • Itaú: por ser empresa privada, não sofre tanto com a interferência do governo. Além disso, possui baixos índices de inadimplência e conta com boa administração. O Itaú tem valor de mercado por volta de R$215 milhões e vem se beneficiando com os elevados juros e spreads (diferença entre os gastos da instituição para adquirir recursos e as taxas cobradas aos clientes).
  • Banco do Brasil: o BB Seguridade é a indicação principal, devido à alta porcentagem de vendas de seguros aos próprios clientes.

O que a Petrobras pode trazer em 2015

Devido aos últimos acontecimentos, muitos investidores perderam a confiança naquela que é considerada a maior empresa do país. No final do ano passado, ela perdeu 40% de seu valor de mercado. Apesar de possuir potencial para elevar o preço de suas ações, a sua imagem atual, envolvida em escândalos e corrupção, não ajuda muito a criar um horizonte favorável para se investir na Petrobras. Infelizmente, espera-se que os valores de suas ações ainda permaneçam em queda ao longo do ano.

O campo educacional pode te surpreender

Algumas instituições dedicadas à educação receberam boas recomendações dos analistas do mercado financeiro. Destacam-se, entre elas:

  • Universidade Estácio de Sá (UNESA): uma das maiores instituições de ensino no país, destacando-se tanto no ensino presencial quanto no ensino a distância. A recente aquisição do Uniseb contribui para valorizar a empresa.
  • Kroton: vem se expandindo e a fusão com as Faculdades Anhanguera promete maior crescimento.

Entre outras empresas recomendadas, estão a BRF (alimentícia), a EMBRAER (de aviação) e a Raia Drogasil (farmacêutica). Lembre-se de que os momentos de crise podem esconder excelentes oportunidades!

Se desejar comprar ações em 2015, considere as empresas citadas. Não se esqueça de sempre pesquisar mais para se manter informado! Investir em ações pode ser arriscado, mas isso faz parte do negócio, e quem investe com consciência sofre menos. Ressaltamos que este artigo tem apenas caráter educacional, de forma alguma estamos sugerindo que você invista seu dinheiro nestes papéis, é apenas uma análise de acordo com o nosso ponto de vista do mercado atual.

Grande abraço e até a próxima.

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário