25 de junho de 2019

Entenda a alta do dólar e suas consequências

Entenda a alta do dólar e suas consequências 300x225 Entenda a alta do dólar e suas consequênciasHá alguns meses o dólar vem passando por um processo de grande valorização, motivo pelo qual a moeda tem saído tão cara para os bolsos dos brasileiros. A princípio, essa situação pode parecer atingir apenas os que possuem um padrão de vida mais alto, viajam com frequência para o exterior ou fazem compras de produtos importados. Entretanto, a situação não funciona bem assim.

Neste post vamos enumerar alguns dos motivos pelos quais a moeda americana tem subido tanto e como isso afeta o dia a dia dos brasileiros. Mas não se preocupe: nós também daremos dicas para escapar dos efeitos da alta do dólar! Confira:

Por que o dólar sobe?

A alta do dólar no Brasil começou em 2014, com o desequilíbrio das contas do governo federal e a inflação — que esteve acima do esperado por um longo período do ano. Apesar disso, os efeitos dessa situação não foram imediatamente percebidos pela população, pois o Banco Central brasileiro vendia reservas da moeda americana para baixar a cotação.

No início deste ano, com a realização de ajuste fiscal, a economia brasileira passou por um período em que diversos investidores deixaram de apostar no país. Além disso, notícias sobre o escândalo bilionário da Petrobras e previsão de aumento inflacionário também contribuíram para o cenário atual.

Outro fator importante para o aumento do dólar é que, ao contrário do que aconteceu durante a crise mundial de 2008, investidores têm preferido apostar na economia americana, o que deixa o dólar ainda mais forte com relação ao real e outras moedas.

Quem sofre com a alta do dólar?

A resposta para essa pergunta é simples: todos sofrem. Exemplo disso é a elevação do preço do pão francês, sempre presente na alimentação dos brasileiros. O país importa boa parte do trigo que utiliza na fabricação de pães e massas e, por isso, o preço tende a subir. Outros produtos, mesmo sendo fabricados por aqui, mas que dependem de algum insumo importado, estão sujeitos às mesmas consequências.

Quem se beneficia com o aumento do dólar?

Um dos poucos fatores positivos da alta do dólar é que, como fica mais caro comprar produtos de fora do país, a indústria nacional tende a ser beneficiada. Ou seja, ao invés de comprar itens que vêm de fora, as indústrias nacionais apostam nos bens produzidos dentro do país.

Dessa forma, produtos brasileiros também ganham competitividade no mercado internacional e podem ser vendidos por melhores preços sem comprometer a lucratividade quando a conversão entre as moedas for feita.

Como escapar da alta do dólar?

Fugir da alta da moeda americana é bem complicado, mas é possível pensar em algumas alternativas. Uma dica para os que não abrem mão de fazer viagens para o exterior, por exemplo, é acompanhar as variações do câmbio com cuidado e ir comprando aos poucos. Dessa forma, você evita de comprar tudo quando o dólar estiver em sua cotação mais alta. Também é importante ficar atento às compras de produtos importados no cartão de crédito, devido à cobrança de IOF e acréscimos decorrentes da variação do dólar.

Grande abraço e até a próxima!

 

 

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário