26 de junho de 2019

Fundo de Investimento BB Ações Dividendos Midcaps.

fundo investimento 150x150 Fundo de Investimento BB Ações Dividendos Midcaps.Recentemente o Banco do Brasil criou um novo Fundo de Investimento intitulado BB Ações Dividendos Midcaps. Este fundo foi criado no mês de dezembro do ano passado (2011). A política dele é doida, maluquinha da silva mesmo.

O fundo é classificado como de alto risco e possui uma taxa de administração de 2% ao ano. Até aí tudo bem, normal, mesmo eu achando a taxa de administração cara. Só que esta taxa de administração é mentirosa, a taxa verdadeira é de 3% como podemos ler ao buscar mais informações:

Este fundo possui taxa de administração de 2,0% a.a e aplica seus recursos em fundo de investimento que possui taxa de administração de até 1,0% a.a, sendo o encargo total atribuído aos cotistas de 3,0% a.a.

Leram o absurdo que eu li? Eles me cobram 2% para investir em outros fundos que cobram 1% e eu ainda que pago estes 1%. Não é mais fácil eu ir direto a fonte e assim pagar apenas 1% e não 3%?

A aplicação inicial do fundo é de R$ 200,00 assim como as demais aplicações.

Para poder aplicar neste fundo você precisa ser cliente do banco. É o que consta no regulamento. Sim, eu li o regulamento. O objetivo do fundo é aplicar seus recursos em cotas de fundos de investimento que componham uma carteira de ações emitidas por empresas que apresentem histórico de pagamento de bons dividendos/juros sobre capital em relação à média do mercado de ações.

O fundo aplicará um mínimo de 95% de seus recursos em ações e no máximo 5% em títulos públicos federais ou outros investimentos lastreados a eles. Ele poderá aplicar 100% dos recursos em cotas de outro fundo, ou seja, pode terceirizar todo o serviço.

O gestor poderá ainda aplicar recursos no mercado de derivativos, porém não valores superiores ao patrimônio líquido do fundo. Ufa, ainda bem, pelo menos ele só vai perder o que tem. Nada de alavancagem.

Lembro que aplicações em fundos não tem garantia do FGC, estamos por nossa conta e risco.

O resgate do fundo é no dia D+4, ou seja, você só recebe seu dinheiro 4 dias úteis depois de solicitar o resgate. Há incidência de IR de 15% sobre o lucro. Não há taxa de desempenho.

Qualquer encargo que venha a ocorrer sairá dos recursos do fundo: advogados, honorários com auditor independente, despesas com correspondências, despesas de cartório entre outros.

Conclusão

Este fundo é uma verdadeira furada. Se a Caderneta de Poupança tem um rentabilidade anual líquida média de 7% e o Tesouro Direto bruta de 10%, o fundo cobrando 3% de taxa de administração, precisará ter uma rentabilidade de 13,4% ao ano para empatar com o Tesouro Direto. Não considerei a taxa de carregamento do Tesouro Direto de 0,4%. Veja que o fundo deverá ter uma rentabilidade bem alta para apenas igualar aos ganhos do Tesouro Direto, só que o risco do fundo é alto enquanto a do Tesouro é praticamente inexistente.

O IBOV tem uma remuneração histórica desde o Plano Real (1994) de 16,99% ao ano. Seria menos custoso e mais lucrativo o investidor investir em um fundo de índice (ETF) que espelhe o IBOV, o BOVA11. A taxa de administração do BOVA é de 0,54%, bem menor que os 3% cobrados pelo fundo BB Ações Dividendos Midcaps. O único porém é que com apenas R$ 200,00 mensais não é possível se investir no ETF, mas o pequeno investidor pode usar como estratégia o acumular em Caderneta de Poupança esta quantia mensal e realizar duas compras do ETF ao ano. Para isto é indispensável abrir conta investimento em uma corretora que absorva a taxa de custódia cobrada pela CBLC. Aqui aproveito para recomendar a leitura do post: Alocando ativos em várias corretoras e pagando menos taxas.

Uma dica importante, que inclusive sempre ratifico nos textos, é a importância de diversificar os investimentos. Investir tudo em renda variável não é aconselhável. Se R$ 200,00 for o valor total que você tem para investir, seria prudente destinar parte dele para ativos de renda fixa. Como o valor é baixo, o investimento mais democrático, que remunera de maneira igualitária tanto pequenos como o grandes valores, é o Tesouro Direto.

Não esqueça a reserva de emergência

Este é o valor que deve ser acumulado em um rendimento de risco zero e com bastante liquidez, parte dele com liquidez imediata. Ele visa proteger você de alguma emergência que surja e dinheiro seja a solução para resolvê-la: batida do carro, morte de um familiar, perda do emprego, etc.

O valor acumulado na reserva deve cobrir seus gastos mensais de ao menos 3 meses, sendo o ideal 12 meses para os trabalhadores formais, e para os informais ou comissionados eu vou além: a reserva deve cobrir gastos de 18 ou até mesmo 24 meses.

Muitos investidores fazem diferença entre o valor investido em renda fixa e o da reserva. Alguns não o fazem, considerando tudo uma coisa só. Caso seja esta sua opção recomendo deixar uma parte pequena, seus gastos de 1 mês, em Caderneta de Poupança, pois sua liquidez é imediata e você poderá resgatar o valor a qualquer momento.

Fundos de investimentos

Em regra não sou adepto dos fundos de investimentos, dos 20 fundos de melhor desempenho de 2011 apenas 4 superaram o Tesouro Direto. Tudo bem que a comparação não é justa, afinal 2011 foi um péssimo ano para se investir em ações. Mas em geral eles cobram caro e seu desempenho ao longo dos anos não é superior a um investimento passivo através de um fundo de índice.

Se a ideia é investir em ações de forma passiva, prefira um ETF: BOVA ou PIBB em detrimento a fundos de investimentos. Como escrevi no último texto, baixo custo para mim é pagar até 1% em taxas, 3%, valor cobrado pele fundo do BB, é altíssimo.

Boa semana.

Receba nossos próximos artigos diretamente em seu e-mail assinando nossa lista, basta colocar seu e-mail na caixa abaixo.


Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
21 Comentários

Adicionar comentário