20 de março de 2019

Gestão de custos para empreendedores: como otimizar suas finanças?

gestao de custos para empreendedores como otimizar suas financas Gestão de custos para empreendedores: como otimizar suas finanças?

Encontrar o ponto de equilíbrio entre as receitas de vendas e as despesas produtivas para a partir daí começar a ter lucratividade pode ser um verdadeiro desafio para empreendedores que não mantêm uma gestão de custos eficiente.

O conhecimento das variáveis que fazem parte do preço final de um produto e/ou serviço é fundamental para que gestores possam cobrar valores que condizem com a realizada do mercado, sem prejudicar a margem de lucro, o volume de vendas e até mesmo o funcionamento do negócio.

Mas o que é uma boa gestão de custos?

Um bom planejamento financeiro deve sempre ter na pauta uma gestão de custos eficiente e aqui vale aquela velha e boa frase “o olho do gordo é que engorda o gado”.

É possível gastar menos sem perder a qualidade? O que está levando a gastar mais e gerar menos ganhos? Quando os custos de um negócio não são acompanhados de perto o empreendedor passa a não saber exatamente quais áreas geram bons resultados e, por isso, dependem de maiores investimentos, e outras que podem estar gerando despesas desnecessariamente, implicando diretamente na queda da produtividade e do faturamento.

O preço final de um produto e/ou serviços prestado depende do quanto é investido para que ele possa ser disponibilizado, o que depende de um registro de todos os gastos (tanto fixos quanto variáveis) para que seja possível identificar quais despesas estão sendo realizadas desnecessariamente e outras que merecem atenção especial, por exemplo, por exigirem uma melhor qualidade ou um volume maior de vendas.

Mas como otimizar as finanças através de uma boa gestão de custos? Vejamos alguns pontos para uma gestão de custos eficiente. Acompanhe!

Mantenha todos os registros atualizados

O sucesso de uma empresa está diretamente relacionado a forma como o empreendedor mantém suas informações organizadas e controladas. É através do registro diário de todas as movimentações que se é possível analisar e investir recursos.

Uma análise apurada da real situação da empresa deve levar em consideração dados atualizados sobre o saldo do caixa, estoques de mercadorias, valores de contas a pagar e a receber, volume de despesas fixas e variáveis, entre demais informações que estão relacionadas as transações realizadas pela empresa.

Ao conhecer detalhadamente dos custos, despesas e margens de lucro do negócio é possível fazer uma precificação correta e que leve a empresa a aumentar a lucratividade, maximizar seu desempenho, minimizar gastos e assim fazer o negócio operar da forma mais eficiente.

Faça análises periódicas

De nada adianta manter um controle eficiente dos gastos fixos e variáveis se o empreendedor não souber analisar as informações geradas e utilizá-las no processo de tomada de decisão.

Por isso, é preciso que todos os dados sejam analisados constantemente, utilizando detalhamentos das origens dos recursos e suas devidas aplicações. Além disso, é possível que o empreendedor estabeleça metas mensais e assim consiga enxergar quais gastos estão sendo gerados desnecessariamente e quais precisam de maior atenção.

Sabendo quais atividades e produtos são mais rentáveis à organização, é possível direcionar os investimentos em algo certeiro e planejado previamente.

Utilize uma boa ferramenta de gestão

Utilizar planilhas do Excel ou mesmo meios manuais para controlar os custos e as finanças de um negócio já não se encaixam nas novas necessidades de empresas – que querem produzir mais, em menos tempo e com o mínimo possível de gastos.

Por isso, adotar um sistema de gestão de custos passa a ser solução para melhorar processos, tarefas e procedimentos do dia a dia, reduzir gastos e monitorar todas as atividades de forma prática e precisa.

Ou seja, apenas será possível eliminar custos desnecessários se o empreendedor identificar o que funciona mal. Muitos controles utilizados por empreendedores acabam gerando erros e falhas que, ocultos na rotina diária da empresa, acabam prejudicando o resultado final.

Por isso, adotar um software de gestão possibilita integrar todos as informações de uma empresa dentro de um único sistema de controle. Com isso, o gestor pode acompanhar em tempo real quais processos estão gerando melhores resultados, quais têm maiores gastos, e assim direcionar investimentos, cortes ou reduções para uma melhor eficiência operacional.

E aí, gostou do nosso post? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma contribuição? Deixe seu comentário nos campos abaixo!

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário