23 de maio de 2019

Marketing multinível x pirâmide financeira: entenda as diferenças

piramide marketing multinivel Marketing multinível x pirâmide financeira: entenda as diferenças

Você certamente já ouviu falar sobre Herbalife e a TelexFree. São empresas que se apresentam oferecendo possibilidades de crescimento financeiro a partir da divulgação e revenda de seus produtos.

Ambas são polêmicas, devido a estratégia de negócio que adotam. Entretanto, a atuação da Herbalife pode ser considerada legal, enquanto no caso da Telexfree, e diversas empresas como BBOM,FR Promotora e diversas outras, já foram decretadas ilegais e impedidas de aturem no mercado.

Empresas que atuam como pirâmide financeira apresentam-se como empresas de marketing de multinível e oferecem propostas tentadoras com ganhos incríveis, mas saiba que existe uma diferença gigantes entre uma empresa de marketing multinível e uma pirâmide financeira.

O que é legal e o que não é

De acordo com o Ministério da Justiça é legal que empresas atuem com um sistema onde os produtos passam de revendedores para consumidores, desde que os primeiros tenham uma relação direta com o fornecedor central. Isso acontece tradicionalmente em casos de empresas como a Avon, Natura e a Jequiti. Assim, as vendas diretas ajudam a movimentar a economia e mantêm pessoas trabalhando como revendedoras.

A isso chamamos marketing de multinível, ou seja, um sistema mantido pelo trabalho e revenda de produtos reais.

Ocorre que, em alguns casos, como o da TelexFree, o grande objetivo do sistema não é a venda do produto, mas sim, a sustentação da própria rede de negócios. Nestes casos o dinheiro obtido pelos participantes não tem origem da revenda de um produto ou serviço e sim da indicação de outro membro para participar do negócio, mediante o pagamento de alguma taxa.

Marketing multinível x pirâmide: Saiba diferenciar

O que difere marketing multinível de esquema de pirâmide é o produto. Quando o produto não é ou não aparece claramente como o grande foco do trabalho da empresa, certamente trata-se de pirâmide. Lembre-se sempre disso quando surgirem propostas muito suspeitas.

Outro detalhe que caracteriza claramente a existência de uma pirâmide, é a necessidade de realizar o pagamento de algum valor ou compra de algum produto que não será enviado diretamente para você.

As pirâmides financeiras, existem a décadas, a única coisa que muda é a história em torno do negócio e o meio como ele é efetivado. Se você é um pouco mais velho, deve se lembrar da época em que recebia emails com uma lista de nomes e dados bancários para realização de depósitos, onde você alterava o primeiro nome da lista e removia o último, encaminhando o email para que mais pessoas participassem do negócio e dessem continuidade a pirâmide.

Lembre-se, não existe e nunca existiu dinheiro milagroso. Se você pretende ganhar dinheiro de verdade, saiba que no mínimo você terá trabalhar de alguma forma. Uma excelente forma de ganhar algum dinheiro extra, é fazendo um curso para aprender a fazer alguma coisa ou criar um novo negócio.

Quando participar de marketing multinível

Empresas como a Avon, Natura, Jequeti, precisam de pessoas influentes e sociáveis para vender seus produtos. Elas podem bater de porta em porta para oferecer seus catálogos ou reunir pessoas em eventos para apresentá-los. Essa prática é perfeitamente legal e permite benefícios ótimos para quem tem facilidade para se comunicar. Se você acha que você possui as características de um bom vendedor e tem vontade de trabalhar, participar de um programa de marketing multinível pode sim ser um negócio.

Quando participar de pirâmide

Basicamente, nunca. JAMAIS. Pirâmide é uma prática ilegal. Além disso, costuma ser útil somente para quem está no topo dela, ou seja, quem teve a ideia de montar o negócio e beneficiar-se da ingenuidade ou ganância de pessoas que acreditam na viabilidade de um empreendimento onde o produto não está no foco. Trata-se de golpe financeiro, portanto, se você pretende manter-se em dia com a justiça, procure passar longe desse tipo de fraude.

E você pode se perguntar: “mas se eu entrar no começo não tem problema?”. Vale dizer que essa é uma outra falácia dos esquemas de pirâmide. Ainda que você ganhe dinheiro no começo do projeto, você poderá ter seus bens bloqueados pela justiça, como aconteceu com sócios da TelexFree. Hoje, a empresa enfrenta uma batalha judicial pesada e pessoas envolvidas podem até mesmo acabar sendo presas por fraude.

Você já participou de algum negócio de pirâmide ou marketing multinível? Compartilhe sua experiência nos comentários e continue acompanhando o nosso blog!

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário