26 de junho de 2019

Marketing Pessoal

Hoje termina 2009, faltam poucas horas para o início do novo ano e a pergunta que eu lhe faço é: Como você será lembrado ao final de 2010?

Se você fizer uma busca no Google sobre marketing pessoal encontrará diversos bons textos sobre o assunto, vejamos uma definição.

Marketing Pessoal pode ser definido como uma estratégia individual para atrair e desenvolver contatos e relacionamentos interessantes do ponto de vista pessoal e profissional, bem como para dar visibilidade a características, habilidades e competências relevantes na perspectiva da aceitação e do reconhecimento por parte de outros.

 Marketing Pessoal

A definição, em minha opinião, é boa, mas soa meio falsa, não gosto principalmente do termo “estratégia”. Para mim o marketing pessoal é um processo de autoconhecimento. Conhecendo-se melhor podemos ressaltar nossas qualidades e trabalhar pontos a serem melhorados.

Todo profissional deve estar preocupado com sua marca, a maneira como se veste, que se relaciona com as pessoas, como fala, tudo isso influencia na construção de sua marca pessoal.

A marca pessoal deve ser construída baseada em qualificações pessoais do indivíduo. Não adianta querer mostrar o que você não é. Como seus amigos e parentes lhe vêem? Está é uma boa maneira de ir descobrindo sua marca.

Outra boa maneira de descobrir-se é escrevendo. Escreva um resumo, um diário de sua vida; do nascimento até os dias atuais. Seu comportamento, forma que resolve os problemas. Não vale se enganar seja sincero consigo mesmo. Projete o futuro também escrevendo sobre seus sonhos.

Depois de descobrir-se, divulgue sua marca. Se tiver facilidade para escrever, ofereça-se para elaborar relatórios. Comunica-se bem, apresente os trabalhos na escola. É um bom conselheiro, oriente amigos e colegas.

Feliz 2010, sucesso!

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
Um comentário

Adicionar comentário