13 de dezembro de 2018

Não fique no vermelho! Saiba como economizar nas compras do dia-a-dia

nao fique no vermelho saiba como economizar nas compras do dia a dia e1528135169804 Não fique no vermelho! Saiba como economizar nas compras do dia a dia

O mês está terminando e você olha para a carteira e para o saldo bancário e vê que está quase “zerado”. Bate o desespero e aquele arrependimento por não ter feito as coisas de uma maneira diferente. Ou seja, você deveria ter economizado antes para não sofrer agora.

A facilidade do pagamento

Por mais que isso possa parecer simples, economizar dinheiro não é algo fácil, principalmente com a grande demanda de produtos, seja em lojas físicas ou online, além da facilidade cada vez maior de pagar por esse produto ou serviço. Além do dinheiro vivo, ainda é possível usar cheque, cartões (de crédito ou débito) e transferências online.

Gastos desnecessários

Também conhecidos como “gastos por impulso”, são aqueles que a decisão é tomada em pouco tempo, e que correm um grande risco de se transformar em arrependimento futuro. Ao passar por uma loja, o consumidor avista um produto que gostaria de ter e, às vezes sem precisar dele, o adquire.
Além dessas compras, outras despesas que devem ser evitadas são:
– Tomar café ou fazer lanches na rua: pode parecer pouco, mas se somarmos todas as vezes que compramos algo fora ao invés de fazer em casa, sentiremos a diferença;
– Comprar produtos apenas pela marca: muitas vezes a diferença entre uma marca e outra, com relação à qualidade, não é significativa, mas o preço… Quanta diferença;
– Cuidados com a saúde: ao fazer exercícios físicos, manter uma boa alimentação e realizar exames médicos periodicamente, evita os transtornos piores e caros no futuro;
– Ir ao supermercado várias vezes ao mês: o costume de ir duas ou três vezes por semana pode não ser uma boa escolha. Ao gastar menos, gera-se uma sensação de economia, mas a soma do mês vai mostrar que a conta não ficou tão barata assim.

Mas, e como economizar?

Em primeiro lugar, é essencial que se faça um planejamento. Seja ele com caderno e caneta, numa planilha de Excel ou em um aplicativo de controle financeiro. Deixar visível tudo o que se ganha e o que gasta torna mais fácil a tarefa de planejar e começar a economizar. Ao anotar, siga a regra: arredonde despesas para cima e a renda para baixo.

Para que seja mais fácil organizar, coloque o vencimento das despesas no mesmo dia, assim, ao receber o salário, pague tudo o que é essencial de uma só vez.

Uma dica importante para a economia é a organização. Sim, a partir do momento que você organiza as suas coisas, seja no armário da cozinha, no guarda-roupa ou no quarto da bagunça, você descobrirá exatamente o que tem e encontrará produtos que nem lembrava que existiam mais.

E as dívidas?

O primeiro passo é quitá-las. Caso não consiga fazer o pagamento de uma só vez, entre em contato com quem está te cobrando e faça uma proposta de parcelamento. Além disso, coloque esse valor das dívidas junto com os pagamentos essenciais logo no começo do mês. E economize, poupe, o quanto conseguir.

Após as dívidas, o próximo passo é o investimento. Seja na poupança ou em tesouro direto, guardar dinheiro e ter uma reserva é sempre importante. Se algo inesperado acontecer, um fundo de emergência pode salvar o orçamento.

Artigos Relacionados:

Adicionar comentário