20 de março de 2019

Tabela do IR: entenda como o governo rouba o cidadão

Sim,  o governo rouba o cidadão ao não atualizar a tabela do IR pela inflação.

Já alertei neste espaço que corrigir salários pela inflação é expropriar do trabalhador. Isto porque a inflação aferida sobre os preços dos produtos e serviços é final e a correção dos salários ainda sofrerá a taxação do INSS e do IR.

Perceba que o governo expropria duas vezes, a primeira vez causando inflação de preços devido à inflação monetária gerada pelo Banco Central e, segundo, tributando novamente os salários corrigidos pela inflação.

Ainda existe uma terceira maneira que o governo usa para expropriar o trabalhador: a tabela do Imposto de Renda. A tabela sofre uma correção anual de 4,5% que é o centro da meta inflacionária, mas a inflação oficial sempre extrapola a meta, e como a tabela é corrigida por ela o trabalhador é mais uma vez tarifado.

carga tributária roubo 300x210 Tabela do IR: entenda como o governo rouba o cidadão

O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco) fez os cálculos e concluiu que desde 1996 a defasagem chega a 66,44%. Durante o período a inflação aferida é de 189,54% e a tabela do IR foi atualizada em apenas 73,95%.

Desde 2007 a tabela do IR é reajustada pelo centro da meta de inflação e ao menos até 2014 seremos roubados pelo governo, pois o reajuste de 4,5% foi definido como regra por medida provisória até aquele ano.

O mais honesto seria a correção acontecer pelo IPCA que é o índice de inflação oficial do governo.

Em 1996 quem ganhava até 9 salários mínimos não pagava IR e hoje só fica isento o trabalhador com salário de até 2,62 salários mínimos.

Luiz Antonio Benedito, diretor de Estudos Técnicos do Sindifisco Nacional, fez os cálculos e mostra que um trabalhador com renda de R$ 3 mil paga hoje R$ 129,33 de IR, mas se a tabela tivesse sido corrigida pela inflação ele iria pagar R$ 29,44.

A diferença é o que o governo literalmente rouba do assalariado.

Conclusão

Inflação é ruim sempre. Tem uma linha econômica que acredita que uma inflação moderada é benéfica pois estimula o crescimento econômico. Ela está errada. Inflação é apenas mais uma maneira de o governo tarifar o cidadão.

Referências

http://economia.ig.com.br/2013-01-22/tabela-do-imposto-de-renda-acumula-defasagem-de-66.html

http://oglobo.globo.com/economia/em-16-anos-diferenca-entre-reajuste-da-tabela-do-ir-a-inflacao-chega-6644-diz-estudo-7659721

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
12 Comentários

Adicionar comentário