20 de março de 2019

O poder da mídia em criar efeito manada

fila indiana 150x150 O poder da mídia em criar efeito manadaNo último domingo foi realizada no Rio de Janeiro a edição de número 134 do maior evento de Artes Marciais Mistas (MMA) do mundo, o UFC (Ultimate Fighting Championship).

Eu acompanho o evento desde sua primeira edição em 1993. O esporte nunca foi divulgado e nem mesmo comentado fora das mídias especializadas, mas como o evento desta vez ocorreu no Brasil, ganhou proporções estratosféricas. Todos os ingressos para o mega torneio foram esgotados em pouco mais de uma (1) hora. As vendas foram realizadas exclusivamente pela Internet e o ingresso mais em conta custava 137,50 (meia-entrada). Eu tinha planos de ir ao Rio ver o evento, mas quando pensei em comprar minha entrada elas já haviam acabado há várias horas.

Fico impressionado com o poder do marketing e da mídia em criar efeito manada e fazer de uma hora para outra tantas pessoas se interessarem por algo que há pouco nem mesmo sabiam que existia.

Os grandes veículos de comunicação nunca deram sequer uma nota sobre o evento, e olha que os brasileiros desde sempre estão entre os melhores. Mas depois do embate entres os atletas brasileiros Anderson Silva e Vitor Belfort o evento ganhou uma notoriedade impressionante na mídia brasileira.

Eu como admirador do esporte fico contente com a popularização, mas fico triste em ver como somos facilmente ludibriados. Como os grandes influenciam e determinam até mesmo o que devemos assistir.

Mais um exemplo. Note como o corte de cabelo utilizado pelo jogador Neymar virou febre entres os adolescentes. E olha que o corte é ridículo. Mas a beleza é estabelecida pela popularidade de quem usa. Se ele usa é bonito e pronto.

Agora trazendo para o mundo dos negócios, assunto preponderante desde blog, veja como agimos da mesma forma quando o assunto é o mercado financeiro. O mesmo efeito manada faz o preço de empresas descerem e subirem de forma frenética e sem sentido. Muitos especialistas afirmam que o mercado é racional, sinceramente, eu não vejo onde está esta racionalidade. O mercado é maria-vai-com-as-outras, algumas atitudes realmente são justificadas, mas a grande maioria não. Os grandes players brincam conosco pequenos investidores e nós caímos como patinhos indefesos.

Comparando com o evento de luta que atrai milhões que nem mesmo sabem o porquê estão ali e ainda comentam sobre algo que nem sabem se realmente apreciam, ou com um jogador que influencia o corte de cabelo de milhares de garotos; as grandes publicações do mercado financeiro criam efeitos semelhantes ao anunciarem coisas que são impossíveis de se prever como acontecimentos líquidos e certos. Cuidado, muito cuidado.

Cuidado com o efeito manada. Questione o modelo mental validado pela mídia e tome suas decisões baseados em fatos e não em boatos. Siga a estratégia racionalmente pensada e não deixe o burburinho momentâneo lhe sequestrar emocionalmente e fazer você fazer besteira, seja em seus investimentos, seja em qualquer área de sua vida.

Boa semana!

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
10 Comentários

Adicionar comentário