O que é análise fundamentalista?

junho 25, 2010 | Finanças

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Algumas pessoas compram ações, já outras compram empresas.

A grande maioria das pessoas investe em ações para aproveitar oportunidades de mercado. Esta é uma estratégia interessante, mas que, particularmente, não me agrada muito.

Eu compro empresas e não ações.

Comprar empresas é investir em ações de organizações que com base em análise fundamentalista, que nada mais é que uma análise a partir de dados do balanço da empresa, comparados entre si ao longo dos anos, indicam como ela tem desenvolvido suas atividades. Esses dados permitem mensurar o crescimento ou declínio da organização ao longo do tempo e prever, com base nessa leitura, a tendência da empresa.

Quem compra empresas não decide a compra apenas com base no preço da ação. Reflete se o preço da ação é compatível ao que os dados patrimoniais demonstram ao longo do tempo.

Small Caps

As ações small caps, também conhecidas, preconceituosamente, como de segunda linha, representam aproximadamente 85% das ações negociadas na BOVESPA. Small caps são ações com baixa liquidez e, em geral, de empresas com baixo patrimônio líquido.

Ações small caps de empresas com boa solidez pode ser uma boa estratégia para o investidor fundamentalista.

 O que é análise fundamentalista?

Fatores fundamentalistas

Não desejo abordar todos os fatores analisados para uma decisão de compra fundamentalista de uma ação. Mas podemos dividi-los em dois grupos:

Os indicadores de balanço, que se baseiam em informações contidas nos DRE (demonstrativo do resultado de exercício) e no balanço patrimonial divulgado;

Os indicadores de mercado, que utilizam dados macroeconômicos; como o desenvolvimento e crescimento do PIB do país, o índice inflacionário e outros fatores de mercado que podem influenciar a empresa.

Indicadores de balanço

P/L é o preço da ação divido pelo lucro por ação. O resultado dessa divisão indica o número de anos que o investidor demoraria para reaver o dinheiro investido através do recebimento anual de dividendos.

Capital de Giro é a diferença entre o que a empresa tem a receber menos o que tem a pagar no curto prazo, nos próximo 12 meses.

Rentabilidade Total mede a eficiência administrativa da empresa. É o retorno obtido sobre o capital empregado, seja capital próprio ou de terceiros.

Pay-out é a porcentagem da distribuição do lucro para os acionistas. A legislação exige o pagamento de no mínimo 25% do lucro líquido em forma de dividendos aos acionistas.

LPA é o lucro pago por ação.

Dividend Yield é a porcentagem do rendimento recebido com base no valor da ação. Nada mais que o LPA dado em referência porcentual ao preço da ação.

Upsite é a porcentagem esperada de valorização de uma ação. Seria o preço considerado justo para uma ação com base no potencial da empresa.

Indicadores de mercado

Na analise de mercado observa-se o potencial de crescimento do setor que a empresa atua, políticas governamentais de incentivo a este setor e a demanda dos produtos comercializados pela empresa.

O índice inflacionário é um bom termômetro de avaliação de como anda a economia. A taxa de juros é outro indicador importante; quanto menor a taxa SELIC, mais incentivo para o crescimento das empresas. Também se deve ficar atento ao câmbio, ao valor do dólar frente ao real, grande parte das empresas exportam ou importam, e sofrem diretamente ação da moeda estadunidense.

Para finalizar, lembro que toda boa corretora apresenta a seus clientes recomendações fundamentalistas. Mesmo que seu objetivo não vá neste sentido é interessante pelo menos dar uma olhadela.

Quando eu criar coragem escrevo sobre minha estratégia fundamentalista de investimento. Já recebi alguns e-mails de seguidores do blog me perguntando se faço tudo que recomendo. A pergunta é interessante e a resposta é não, mas escrevo em detalhes outro dia. Aguardem.

Abraço a todos!

Artigos Relacionados:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Receba novos artigos por e-mail (é grátis):

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação. No Twitter @efetiv

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
  • Rosana

    Jônatas,
    O Pay-out é válido também para Fundos de investimento (FIA)?
    Obrigada,

  • Jônatas R. Silva

    Oi Rosana,
    É valido sim. Inclusive alguns fundos tem como política comprar ações de empresas que pagam bons dividendos.

    Fique atenta as regras do fundo. Derrepente existe alguma regra de reinvestimento dos dividendos.

    Beijo
    Jônatas

  • Rosana

    Jônatas

    Agradeço por sua resposta!
    Verifiquei no regulamento e vi que os dividendos recebidos pelo fundo serão incorporados ao valor da cota.
    Abraços e sucesso,

  • Pingback: Como acontece o lucro ou perda no mercado de ações. | Efetividade

Flickr Digg Yahoo! Technorati MySpace Delicious RSS