20 de março de 2019

Planejamento Financeiro Pessoal: como começar?

planejamento financeiro pessoal como comecar e1547037536611 Planejamento Financeiro Pessoal: como começar?

Quando pensamos em dinheiro, geralmente nos vem à mente a sensação de prazer e vantagens que ele nos proporciona. É sempre bom comprar algo novo, ou conseguir juntar o dinheiro para investir nos seus sonhos ou deixar alguém mais feliz com um presente inesperado.

Olhando assim, os nossos gastos se assemelham com a nossa alimentação. Quando comemos demais, o excesso nos leva a consequências, como a obesidade, fadiga, indisposição a exercícios físicos. Com os nossos gastos é a mesma coisa. Se compramos demais, acabamos descontrolando nossa economia e o tão conhecido “nome no vermelho” pode se tornar uma realidade.

Neste artigo, você vai conhecer quais são as melhores formas de se ter um controle financeiro, elaborando um planejamento que atenda as suas necessidades e não te deixe na mão, quando você precisar daquela grana extra.

Se você quer aprender a economizar e, ainda assim, valorizar os seus gastos, acompanhe nossas dicas!

A importância do planejamento financeiro

Voltamos à comparação dos gastos com a alimentação. Um planejamento financeiro é como uma dieta, ele vai te ajudar a entender, controlar e equilibrar as suas finanças. Muitas pessoas acham que economizar é sair cortando gastos, deixando de ter qualidade para garantir que o dinheiro sobre no final do mês.

Mas não precisa ser desta forma. O principal objetivo do planejamento financeiro é fazer com que você entenda os seus gastos e saiba diferenciá-los. Ao utilizar listas, planilhas ou aplicativo de gestão financeira, a forma de investimento do seu dinheiro estará mais clara e assim um maior controle é garantido para suas finanças.

Esta é a primeira lição: não entenda planejamento financeiro como apenas uma forma de cortar gastos. Você pode continuar investindo o seu dinheiro em diversas coisas, contudo, o gasto será mais consciente e realista, mostrando qual o verdadeiro impacto de uma compra.

O primeiro passo é entender o seu gasto

Uma boa prática para a elaboração do planejamento financeiro é passar a ter o hábito de anotar os seus gastos. Mas não se prenda apenas aos gastos maiores, qualquer valor é válido para esta lista. Quando você começar a anotar todos os gastos que você tem, fica mais fácil de entendê-los e de qual a sua importância.

Para isso, existem diversas formas. Se você acredita no bom e velho papel, pode começar comprando um caderninho e deixe apenas para anotar os seus gastos. Agora, se você prefere algo mais tecnológico, existem sistemas de gestão financeira que podem te ajudar a criar uma rotina de controle.

Analise o seu padrão de gastos

Com todos os gastos identificados, você pode entender e classificar cada um deles. Por exemplo, as compras no supermercado podem ser identificadas como uma necessidade, enquanto incluir uma pizza nesta lista de compras pode ser considerado apenas um desejo.

Digamos que você gasta R$ 300 nessas compras, e uma pizza custa R$ 20. Com os gastos explícitos, é possível avaliar se a pizza realmente precisa estar presente em todas as compras. Afinal, é uma necessidade ou um desejo?

Estabeleça metas e objetivos

Fazer este acompanhamento detalhado é muito importante para a elaboração do planejamento financeiro, assim cada setor de seu investimento pode ser contemplado e analisado, com o objetivo de diminuir os seus gastos e torná-los mais eficiente.

Neste exemplo do mercado, você pode estabelecer a meta de diminuir R$ 20 na sua compra. Se você conseguir comprar todos os itens necessários, terá economizado um pouco mais do seu dinheiro. Ao analisar estes gastos, é possível diminuir ainda mais esse valor e adaptá-lo em seu planejamento financeiro.

Procure dicas para elaborar o seu planejamento

A internet pode ser uma grande aliada na hora de elaborar um planejamento financeiro eficiente.

Procurando um gerenciador financeiro pessoal? Clique aqui e acesse agora!

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário