25 de junho de 2019

Qual ETF escolher? PIBB versus BOVA

diversificacao 150x150 Qual ETF escolher? PIBB versus BOVANo meu último post explanei o porquê da minha mudança de ações individuais para os ETFs. Alguns se manifestaram favoráveis e outros contrários, todos com fortes argumentos para a defesa de ideias. O que mais gosto dos blogs é esta interação constante, argumentações que fortalecem uma estratégia ou mesmo a descontroem.

Mas uma dúvida que surgiu foi em qual ETF investir: PIBB ou BOVA?

BOVA

O índice Bovespa é o mais famoso índice da Bolsa, sua carteira hipotética foi criada em 1968 e é composto pelos papeis mais líquidos. Uma ação para fazer parte do índice deve obedecer a três critérios: a) apresentar volume de negócios superior a 0,1% do volume total negociado; b) ter sido negociada em mais de 80% dos pregões e c) estar incluída em uma relação de ações cujos índices de negociabilidade somados representem 80% do valor acumulado de todos os índices individuais.

O índice é revisado três vezes ao ano sendo válido por quatro meses: janeiro a abril, maio a agosto e setembro a dezembro. Empresas com problemas judiciais não fazem parte do índice. Note que não há um número fixo de empresas que o compõe, para fazer parte dele os critérios citados devem ser satisfeitos, assim, em cada período, o número de empresas é alterado.

O fato de a liquidez do papel ser o principal indicador para fazer parte do índice pode gerar uma situação complexa. Empresas ruins, que estão com alto volume de negociações, exatamente por estarem em queda livre, podem vir a fazer parte do índice.

O ETF BOVA11 busca aderência ao índice Bovespa.

PIBB

Ele busca aderência ao índice BrX-50 e é composto por 50 empresas. Os critérios para uma ação fazer parte do índice são: a) ter sido negociada em 80% dos pregões nos doze meses anteriores à formação da carteira e b) estar entre as 50 ações com maior índice de negociabilidade observados nos doze meses anteriores. Agora o que o difere grandemente da composição do IBOV é que nele a carteira é composta de forma ponderada levando-se em consideração o valor de mercado das empresas. Isto permite a exclusão de uma empresa que está com alto volume de negócios por ser um verdadeiro mico. Esta empresa faria parte do IBOV, mas não do IBrX. O índice foi criado em 2003, bem mais recente que o IBOV. A periodicidade de formação da carteira é igual ao do IBOV, de quatro em quatro meses.

Ambos os índices possuem grande participação de empresas de commodities, mais de 40%. Na verdade nossa Bolsa é uma bolsa de commodities.

Não fiz um estudo de risco, mas devido a grande concentração de commodities nos dois índices e principalmente pelos carros chefes VALE e PETR serem as grandes responsáveis por puxar o índice para cima e para baixo, acredito que a volatilidade seja bem próxima, não fazendo muita diferença ter em carteira um ou outro ETF. As duas empresas juntas representam mais de 22% da composição do BOVA e 34% do PIBB.

As instituições financeiras também têm um peso maior na composição do PIBB quando comparado ao BOVA; 23,45% contra 13,75%. Já o índice de construção tem uma maior concentração no BOVA; 11,7% contra apenas 2,8% no PIBB.

Considerações

O IBrX-50 tem um critério de seleção de empresas que compõe o índice mais objetivo que o IBOV, ele leva em consideração a relevância da companhia enquanto o principal índice da Bovespa prioriza a liquidez. Em 2011 a empresa Mundial (MNDL) que comercializa tesouras e alicates apresentou forte volume de negócios e houve rumores que ela iria compor o IBOV, a ação se mostrou um verdadeiro mico com seus preços de negócio despencando. No caso do PIBB, mesmo com alto volume de negócios ela não teria representatividade suficiente para compor o índice.

Com o BOVA é permitido lançar opções de compra e venda, com o PIBB não.

A taxa de administração do PIBB é apenas 11% da taxa cobrada pelo BOVA.

O BOVA custa hoje aproximadamente 30% menos que o PIBB. Enquanto escrevo este texto o PIBB é negociado a R$ 92,47 e o BOVA a R$ 65,12. Como a compra e venda é realizada em lotes de 10 unidades o comprador precisa ter disponível R$ 925,00 mais corretagem para comprar o PIBB e R$ 651,00 para o BOVA.

Finalizando

O ETF BOVA11 é um produto iShares que pertence a BlockRock uma das maiores empresas do mundo na gestão de ativos. O PIBB11 é um produto do banco Itaú, o maior banco do Brasil.

Atualmente possuo em carteira os ETFs PIBB11 e SMAL11.

Boa semana.


Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
20 Comentários

Adicionar comentário