23 de maio de 2019

Reserva de emergência, como montar uma

reserva de emergencia como montar uma e1557944734204 Reserva de emergência, como montar uma

A reserva de emergência funciona, se pensarmos bem, como um seguro que pode nos ajudar nos momentos que mais precisamos, como uma doença ou um acidente, por exemplo, ou até mesmo para dar aquela forcinha na realização de sonhos, como a reforma da casa ou a compra do veículo.

A diferença é que, para termos um seguro, precisamos pagar a uma operadora, já a reserva de emergência, nós mesmos gerenciamos, colocando sempre que possível um dinheirinho em um local que selecionamos com muito cuidado.

Como constituir uma reserva de emergência? Se essa é também sua dúvida, continue a leitura deste texto e conheça algumas dicas que reunimos!

Defina um local para alimentar sua reserva

O primeiro passo para quem deseja criar uma reserva de emergência é definir um local seguro onde se poderá guardar o dinheiro poupado. Hoje, os especialistas recomendam a guarda de recursos financeiros em instituições como bancos, investimentos em títulos públicos ou em bancos digitais. Há quem goste, também, de fazer sua reserva em cofres pessoais — os famosos porquinhos. Nada impede que constitua sua reserva nesses locais, desde que busque guardá-los com cuidado para evitar situações indesejadas.

Faça um diagnóstico de sua vida financeira

Depois de escolher um local para a sua reserva, é hora de fazer um diagnóstico em relação à sua vida financeira. É necessário avaliar se você tem ou não condições de realizar a reserva com um capital maior ou com um valor menor. O importante é salientar que não é preciso muito investimento inicial, há investimentos em títulos que podem ser adquiridos por R$30,00 reais, por exemplo.

Uma dica: coloque na mesa todas as suas dívidas mensais: aluguel, se for o caso; telefone; internet; boletos; luz; água; entre outras contas. Ao fazer isso, terá uma visão holística de suas contas e de seus ganhos mensais e saberá quanto poderá poupar a cada mês para alimentar o seu “seguro”.

Evite gastos desnecessários

Outro passo importante que precisa aplicar para constituir uma boa reserva é fazer uma análise antes de realizar qualquer dispêndio. O objetivo é evitar que faça gastos desnecessários. Por exemplo, se possui canetas em sua casa, por que comprar mais? É um caso aleatório, mas que serve para ilustrar qualquer situação que seja.

Use a tecnologia a favor de sua reserva

Hoje, devido ao avanço da tecnologia e da informática, temos à nossa disposição aplicativos financeiros que podem nos ajudar a gerir melhor o nosso capital, fazendo com que gastemos o nosso dinheiro com responsabilidade. Ter um aplicativo nesse modelo como aliado é a solução perfeita para constituir uma boa reserva e, assim, garantir a segurança financeira que tanto deseja. Portanto, use a tecnologia a seu favor.

Agora que conhece algumas dicas para montar sua reserva, não deixe de constituí-la. Saiba que uma reserva não só nos salva nos momentos mais difíceis, mas também permite que tenhamos paz e segurança.

E então, o que achou deste texto? Esperamos que tenha gostado. Já que está aqui, aproveite o momento e acesse nosso blog! Lá, é possível encontrar textos sobre variados temas que podem tornar o seu dia a dia muito mais fácil.

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário