20 de junho de 2019

Saiba como mudar hábitos que prejudicam suas finanças

Os maus hábitos são sempre um problema, e a falta de organização para a gestão do orçamento familiar é um deles. Na vida financeira, é preciso eliminar os hábitos nocivos, substituindo-os por práticas saudáveis e positivas. Quer saber como? Então leia nosso post de hoje e aprenda a mudar hábitos que prejudicam suas finanças!

saiba como mudar habitos que prejudicam suas financas6590 Saiba como mudar hábitos que prejudicam suas finanças

Pratique o autoconhecimento e revise seus parâmetros

Para mudar hábitos, você deve começar com uma autoanálise, uma reflexão interna para ser capaz de identificar o que está errado em sua vida. Muitas vezes, você pode seguir um modelo de vida inadequado aos seus padrões, o que acaba onerando seu bolso. Exemplos disso são a compulsão por comprar roupas e calçados, seguir a moda determinada pelos artistas ou comprar sempre presentes caros. São modelos (parâmetros) errados que precisam ser corrigidos.

Organize

A falta de organização é um defeito que atrapalha as pessoas em diferentes áreas da vida, inclusive na financeira. Seja organizado com suas contas, compras e débitos. Planeje um valor para gastar no final de semana e tente respeitar esse limite. É importante registrar seus gastos e ganhos, sejam fixos ou variáveis. Vale usar planilhas do Excel ou um bom sistema de controle financeiro online. Se você tem um negócio, saiba identificar receitas e despesas, bem como separar contas pessoais do caixa da empresa.

Não gaste mais do que receba

Existem pessoas que não se conformam com suas limitações financeiras: querem sempre ter mais do que sua renda permite. Por isso, não medem as consequências e gastam demais, endividando-se, sujando o nome, comprometendo seu patrimônio e arrumando problemas jurídicos. Há também os inexperientes, que não têm base para calcular os gastos pessoais. Nesse contexto, a dica para mudar hábitos é a mesma: gaste conforme o que ganha, respeite os limites de sua renda, pois, como diz o provérbio: “dinheiro não dá em árvore”.

Fique atento ao cartão de crédito

O cartão de crédito, por si só, é neutro. O uso que você faz dele vai determinar se ele está favorecendo ou prejudicando sua vida financeira. O cartão facilita as compras porque é um substituto eficiente do dinheiro à vista. Para a sociedade consumista, ele é um atrativo sem igual e as empresas sabem manipular o fascínio que ele exerce. Mas nem sempre comprar no cartão é a melhor opção para o consumidor, pois pode gerar o endividamento exagerado, a inadimplência e a perda do crédito. Não acumule inúmeros cartões e saiba utilizá-los com equilíbrio.

Economize

Economizar dinheiro faz parte do processo de se educar financeiramente. Isso não significa ser mesquinho, não se divertir, não comprar uma coisa que gosta ou precisa. Economizar significa gastar com sobriedade e reservar uma parte de seu salário para eventuais necessidades, para um projeto ou para comprar um bem, por exemplo.

Vale lembrar que os investimentos podem te ajudar nessa tarefa, pois enquanto seu dinheiro fica aplicado, você fica livre de cair em tentação nas compras.

Viu como é possível mudar hábitos que prejudicam suas finanças?

Se você acha que precisa melhorar seus hábitos financeiros e está a procura de um método que pode ter ajudar nisto, clique aqui e conhecça o curso Mudança de Hábitos Financeiros, criado pelo professor e doutor Elisson de Andrade.

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário