14 de novembro de 2018

5 erros que você não pode cometer com as suas finanças

erros que voce nao pode cometer com as suas financas e1536165102483 5 erros que você não pode cometer com as suas finanças

A sabedoria popular diz que destruir é fácil, difícil mesmo é construir. E quando o assunto é finanças não há quem discorde. Para gastar uma poupança, basta uma ida ao shopping. Para juntar dinheiro, são meses ou anos de trabalho duro. Pior ainda quando perde-se dinheiro não pela aquisição de bens inúteis, mas por cometer erros com as finanças.

Infelizmente não há outro caminho para o bem-estar econômico: é preciso ser estratégico, ter vontade de crescer, metas e objetivos. Se você sabe onde quer chegar, tem motivos para fazer. Por isso, queremos ajudar mostrando os 5 erros que você não pode cometer com seu dinheiro se quiser evoluir financeiramente.

Não planejar

O planejamento financeiro é fundamental para que você tenha controle sobre as entradas e saídas do dinheiro. Você precisa saber quanto está entrando e quanto está saindo. Com isso, saberá se há gastos supérfluos que devem ser cortados e onde você precisa injetar mais dinheiro. Warren Buffett diz que o segredo de enriquecer é não perder dinheiro. E acho que não precisamos explicar por quê.

Confundir lucros da empresa com pessoal

Se você tem uma empresa, um dos maiores erros que pode cometer é confundir as finanças pessoais com as do seu negócio. Isso pode gerar descontrole e levar sua empresa à falência, como acontece com muitas pessoas. Por isso, separe um salário para você e não toque no caixa da empresa. O lucro dela servirá para outros fins, principalmente investimentos no próprio negócio. Afinal, como que os grandes empresários chegaram onde chegaram?

Deixar de monitorar

Ainda que você planeje e divida uma quantia específica para cada coisa, se não monitorar seu dinheiro com frequência, o risco ainda será grande. Por isso, sempre cheque a entrada e a saída de dinheiro, guarde comprovantes, anote tudo o que for importante. Um app de controle financeiro, planilhas ou até mesmo papel e caneta pode aumentar a qualidade do seu planejamento, portanto procure uma maneira de controlar as finanças.

Não trabalhar com uma reserva

Você não pode operar sempre na margem do seu lucro. É preciso ter uma reserva de emergência, uma quantia que só deve ser tocada em casos extraordinários. O ideal é que você tenha como se manter por 6 meses sem trabalho. Nos casos das empresas isso varia um pouco de acordo com o lucro bruto. O importante é que você tenha mobilidade caso um dia precise trabalhar no vermelho. Você terá fôlego e tempo para se recompor.

Não saber investir

O importante é render dinheiro e não perder. Infelizmente a situação mais comum são pessoas trabalhando para pagar o que já foi consumido. Para elas isso é normal. Mas, na verdade, todos deveríamos trabalhar para aumentar nosso patrimônio, para crescer em termos de lucro. E não para pagar o dia de ontem. Portanto, invista seu tempo em conhecimento sobre investimentos.

Evidentemente, além das dicas citadas você precisa ter consciência financeira. Pouco será feito se não há uma mente apropriada ao crescimento. Se ainda não a tem, estude. Educação financeira é fundamental para seu bem-estar. E sobre isso, nós estamos aqui para ajudar. Continue lendo nossos posts para continuar aprendendo!

Precisando de um gerenciador financeiro? Clique aqui e acesse agora.

Artigos Relacionados:

Adicionar comentário