14 de novembro de 2018

Gestão financeiras em farmácias

gestao financeiras em farmacias e1536597779362 Gestão financeiras em farmácias

Uma farmácia, como qualquer outro negócio, precisa dar lucro para se manter viável. Aqui neste post você confere algumas dicas para melhorar uma gestão financeira em farmácias.

Saiba o quanto você gasta

É preciso compreender as despesas de uma farmácia, que são de três tipos:

  1. Investimento inicial: para montar o estabelecimento;
  2. Despesas fixas: devem ser pagas todo mês, independentemente das vendas dos produtos ou serviços: aluguel, água, luz, salários dos empregados, etc.
  3. Despesas variáveis: dependem da quantidade de vendas realizadas no mês: impostos, comissões sobre vendas, embalagens, taxa de cartões, entre outras.
  4. Ter na ponta do lápis as despesas fixas e variáveis e a média mensal de gasto com elas é o primeiro passo para fazer seu planejamento estratégico.

Um planejamento estratégico eficiente é composto, além destas despesas normais, das metas que a sua farmácia quer atingir num determinado período, dívidas que tenha, clientes inadimplentes. Tudo isso forma o mapeamento do seu negócio, graças ao qual é possível tomar as melhores decisões para a realidade dele.

Não misturar finanças pessoais com as da farmácia

É comum, na correria do dia a dia, o gestor do estabelecimento recorrer ao caixa da farmácia para pagar algo pessoal, sem se lembrar ao menos de anotar o que pegou ou de repor depois. No entanto, mesmo com esses cuidados, o melhor é evitar esta prática. Tenha uma conta para a sua farmácia e a sua particular. Do contrário, com o tempo os registros das duas finanças vão estar confusos, e sempre vai parecer que tem dinheiro faltando.

A tecnologia como aliada

Uma eficiente gestão financeira em farmácias exige o controle de muitas variáveis. É bastante difícil acompanhar esses valores, sem erros, apenas com papel e caneta. Então, pense seriamente na possibilidade de contratar um software de gestão, que é um programa que reúne numa página todas as informações que você precisa ter para gerir bem o seu negócio. Vamos ver algumas delas:

  1. Controle de estoque: é preciso saber com certeza quais os produtos que há no seu estoque a cada minuto: foram entregues no prazo combinado com o fornecedor? Quantas unidades? Quanto a farmácia pagou por cada um desses produtos? Quantas foram vendidas? Quais estão em falta no estoque? Têm boa saída? Afinal, produto encalhado na prateleira é dinheiro que não está entrando, mas não ter um produto que está sendo procurado significa perda de oportunidade de resolver o problema de um freguês.
  2. Fluxo de caixa: quanto de dinheiro entrou a cada dia? Quanto saiu para pagar as despesas normais? Quanto dinheiro há em caixa diante de uma emergência? Esta informação precisa ser atualizada a todo momento.

Sim, esta é uma das vantagens de um software de gestão: a atualização constante das informações. Outra dica interessante é procurar um que faça o armazenamento dos dados em nuvem, para que você ou sua equipe gestora possa ter acesso a estas informações em qualquer lugar.

Artigos Relacionados:

Adicionar comentário