21 de setembro de 2018

6 mudanças de hábito que podem influenciar positivamente seu controle financeiro

x mudançcs de habito que podem influenciar positivamente seu controle financeiro e1529294723959 6 mudanças de hábito que podem influenciar positivamente seu controle financeiro

Ter controle financeiro realmente não é uma tarefa fácil, afinal, sempre quando chega o fim do mês temos a impressão de que o dinheiro não sobrou. De fato, são muitos gastos como mensalidades, faturas, juros, alimentação, transporte, lazer e muitas outras despesas que, de pouco em pouco, vão levando todo o salário embora.

Portanto, é importante exercer uma gestão financeira pessoal eficiente para que você não caia em dívidas e possa juntar aquele “trocado” para a realização de seus sonhos e planos. Vamos conhecer seis dicas fundamentais para potencializar sua economia doméstica.

1. Conte com a participação de todos

O controle financeiro não pode ser tarefa de somente uma pessoa dentro de casa, é necessário que toda a família se envolva. O primeiro passo é agir com transparência, explicando sobre todas as entradas e saídas de dinheiro, além dos principais gastos. Assim, todos poderão participar da reorganização das finanças da casa.

2. Tome nota de todos os gastos

O próximo passo é anotar cada despesa feita, não importa se é um grande montante ou somente aquele dinheiro rápido do dia a dia. Você precisa ter registrado em uma planilha, caderno ou até mesmo utilizar ferramentas digitais de controle financeiro, que poderão administrar seus gastos de maneira segura e exata.

3. Enumere seus gastos essenciais

Existem despesas que são fixas. Entra mês, sai mês, e elas estarão lá. Elas são os gastos com moradia, alimentação, transporte e educação, por exemplo. Uma vez elencadas, é necessário avaliar onde é possível economizar dentro delas. A sugestão é que seja realizada uma lista em ordem de prioridade. Se pagar a faculdade é indispensável, ir menos a restaurantes é uma possibilidade.

4. Opte por pagar em dinheiro

A menos que você seja uma pessoa com grande habilidade para organização mental, procure sempre pagar em dinheiro. Assim, você não corre o risco de ser seduzido pelas “facilidades” do cartão de crédito. Ter um valor pré-determinado certo na carteira te inibe a estourar o valor pretendido. Experimente ir ao mercado ou ao shopping assim e não hesite de voltar o produto para a prateleira caso não possa pagar na hora.

5. Não atrase o pagamento das suas contas

Regra fundamental é não atrasar o pagamento de suas contas. Em hipótese alguma infrinja essa dica uma vez que as multas e os juros são altíssimos, ainda mais no Brasil que é conhecido por ter uma das maiores taxas de juros do mundo. Mesmo que seja por poucos dias, é o suficiente para atrapalhar a sua organização financeira. Além disso, definir uma mesma data de vencimento para todas as suas contas fixas pode ser uma boa para não perder nenhum prazo.

6. Quite suas dívidas

Se você está devendo a alguém, sua prioridade deve ser acabar com as dívidas. Procure pagar à vista a fim de conseguir um bom desconto nos juros. Realize contrapropostas para pagar em parcelas menores. Se você deve ao cheque especial, que é uma modalidade de crédito com taxas de juros muito dispendiosas, a dica é fazer um empréstimo consignado para poder pagá-la. Esse tipo de empréstimo tem juros menores e mais suaves, que irão se enquadrar melhor em seu orçamento.

No mais, acompanhe o nosso blog para estar sempre por dentro das novidades sobre gestão, além de obter dicas de como poupar mais.

Artigos Relacionados:

Adicionar comentário