25 de junho de 2019

Construindo riqueza.

construtor 150x150 Construindo riqueza.O brasileiro é imediatista e pouco paciente. Enriquecer é uma questão de escolha. As pessoas não são pobres porque ganham pouco e sim porque gastam muito.

A matemática é muito simples, você deve gastar menos do que ganha e investir o excedente. Para fazer o bolo crescer se faz necessário: dinheiro, rentabilidade e tempo. Para o assalariado o dinheiro é pouco; a rentabilidade dos investimentos mais conservadores no Brasil ainda possuem taxas interessantes e o tempo, somado a maravilhosa fórmula dos juros compostos, é o ingrediente que faz toda a diferença.

Com o tempo como aliado, e disciplina, é possível alcançar 1 milhão de reais investindo numa modalidade conservadora que lhe pague 6% de rentabilidade ao ano. Com aportes de 10% do salário mínimo, hoje R$ 54,50, você precisará de 75 anos para se tornar um milionário.

Acredito que agora você tenha ficado desanimado. 75 anos é muito tempo. Sim, realmente é muito tempo. Seria um investimento não para você, mas para seus netos.

Você tomando a decisão de construir riqueza hoje, se educando financeiramente e educando seus filhos que educarão os netos. Sua família pode assumir o compromisso de enriquecer em duas ou três gerações.

Releia a primeira frase do texto. Além de paciência é preciso pensar na família, isto mesmo, uma família que nem existe ainda. Somos egoístas, queremos tudo para nós, não estamos dispostos a renunciar nem um pouquinho do nosso consumo hoje em favor do bem da família no futuro.

Vejo que o brasileiro precisa mudar, precisa criar hábitos e valores saudáveis e sustentáveis. Precisamos assumir as rédeas de nossas vidas, parar de contar com ajuda governamental e tomar as decisões certas agora que construirão um Brasil melhor no futuro. O responsável por isto sou eu, você, quem está ao seu lado agora, todos nós.

Sempre que prego estas ideias sou chamado de louco. Sinceramente eu não ligo. Assumi o compromisso de levantar a bandeira da educação financeira e do consumo consciente. Isto já faz alguns anos e desde então tenho ensinado e praticado o que ensino diariamente.

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
4 Comentários

Adicionar comentário