25 de junho de 2019

Tipos disponíveis de crédito.

crédito 150x150 Tipos disponíveis de crédito.A TV nos alastra diariamente com propagandas de ofertas de crédito. Compras à vista já são exceção no Brasil, à onda é financiar e comprar tudo em vezes no cartão de crédito, no cheque pré-datado ou mesmo no boleto.

Vivemos um momento consumista. Com o crescimento da classe “C” e o aumento real dos salários nos últimos anos, as lojas de magazine nunca venderam tanto. O crescimento econômico é bom para um país, o PIB aumenta, o governo arrecada mais em impostos e pode proporcionar melhorias de infraestrutura ao país, que o faz crescer ainda mais. É a bola de neve positiva da economia.

O lado ruim é quando as famílias começam a gastar (financiar) além da conta e ficam com dificuldades para arcar com as prestações assumidas. O ideal seria sermos educados financeiramente e nunca assumirmos prestações além da nossa capacidade de pagamento, mas, como nem sempre é assim, temos que recorrer ao crédito.

Os créditos pré-aprovados.

São aqueles que você não precisa solicitar, eles já estão disponíveis: é o limite do cartão de crédito e do cheque especial.

Só que pela facilidade do uso estes créditos são caríssimos, cobram juros que pode chegar aos 15% ao mês. Fazer uso destas modalidades de crédito é errado, com juros tão altos a dívida ganha proporções que com o passar dos meses torna-se impagável.

Empréstimo pessoal

Um empréstimo pessoal você precisa solicitar junto ao banco. Os juros são bem menores, na casa dos 4,5% ao mês. Não que sejam baixos, mas quando comparados aos praticados nos pré-aprovados eles são bem menores. Muitos preferem fazer uso do cheque ou cartão simplesmente por terem vergonha de irem até o banco e admitirem que precisam de dinheiro, que extrapolaram e precisam de um empréstimo para quitar as dívidas. Pelo bem de sua saúde financeira deixe a vergonha de lado e faça um empréstimo pessoal.

Consignado

Este crédito é oferecido para aposentados, pensionistas e funcionários públicos. Você realiza o empréstimo e tem o valor das parcelas debitadas mensalmente em sua conta corrente. Os juros são mais baixos, na casa dos 3%, isto porque o risco de calote é baixo, esta classe tem renda garantida.

Financiamento

O dinheiro emprestado para o financiamento de carro e casa também tem juros menores, pois o bem comprado só será efetivamente seu quando você terminar de pagar por ele. Até então ele pertence à financeira. Caso o cliente não tenha condições de arcar com as parcelas ele é tomado e, no caso de automóveis, vai a leilão.

Conclusão

Compre sempre à vista com desconto e, se precisar fazer uso do crédito, procure sempre o mais barato e não o mais fácil, pois facilidade neste caso significa pagar mais juro.

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva

Adicionar comentário