25 de junho de 2019

Em 2013 eu vou guardar dinheiro

Este post é um oferecimento do banco HSBC ao site Efetividade.

Para o início de ano uma das promessas mais comuns que são feitas é a de guardar dinheiro. Mas cumprir essa promessa não é tão fácil quanto parece, principalmente quando o salário é curto perto de todas as dívidas. Veja algumas dicas para passar os 365 dias de 2013 poupando seu dinheiro.

Antes de tudo, tente liquidar suas dívidas. Quando liberamos dinheiro de alguma conta passada, ele pode ser levado à poupança; e quanto antes pagar, menos juros terá. Depois de liquidadas as dívidas, estabeleça uma meta para o dinheiro guardado. Por exemplo, se você for comprar uma casa nova, informe-se de quanto será a melhor entrada, assim poderá guardar a quantia correta. E não se esqueça de estabelecer uma data final para a realização de sua meta.

Sempre anote todas as suas despesas e faça uma planilha com todas elas, para ter um controle melhor. Separe por categorias, como aluguel, gasolina, alimentação, conta de telefone, etc. Faça anotações durante o mês  e depois analise rigorosamente todos os gastos. Você notará algumas contas que podem ser facilmente cortadas, como trocar o telefone fixo por aplicativos que usam internet, como Skype.

 como guardar dinheiro 300x208 Em 2013 eu vou guardar dinheiro

Faça um orçamento com seus ganhos, seus gastos e sua meta para a poupança, assim você saberá o quanto pode gastar em cada categoria que colocou em sua planilha. E por mais difícil que seja, guarde o cartão de crédito apenas para emergências e compras de maior valor, se for possível, compre à vista. O que ajuda é ter um cofrinho para guardar o troco e moedas que ganhamos no dia a dia; parece ser pouco, mas no final do mês você verá a diferença.

Sempre vá em busca de liquidações e descontos, resista a idas ao shopping semanalmente e àqueles luxos que consideramos merecidos no final do mês. Lembre-se: você tem um objetivo e esse objetivo possui uma data para ser cumprido. Economize em tudo que seja possível, menos em saúde; se precisar ir ao médico ou comprar medicamentos, não hesite. E sempre que receber, deposite o dinheiro na sua poupança primeiro. Assim você paga suas contas mensais, pode fazer uma comprinha com o dinheiro restante e não deixa de guardar.

Agora mãos à obra e um bom 2013!

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
2 Comentários

Adicionar comentário