19 de abril de 2019

A importância de controlar sua carteira de investimentos

a importancia de controlar sua carteira de investimentos e1549471181814 A importância de controlar sua carteira de investimentos

Todo investidor sabe que uma gestão eficiente da carteira de investimentos é o que garante a rentabilidade máxima pelo dinheiro aplicado. É essencial entender como aplicar o capital e quando retirar fundos de um investimento que pode render menos e colocar em um mais lucrativo.

No entanto, antes de investir é preciso traçar uma estratégia que deve nortear a dinâmica de gerenciamento da carteira, prezando pela solidez para investidores conservadores ou por uma alta rentabilidade para aqueles mais aventureiros.

Estar a par da sua estratégia e saber como investir vai te ajudar a tomar as melhores decisões para controlar a sua carteira de investimentos.

Antes de tudo: o que é uma carteira de investimentos?

O ditado diz que não se deve colocar todos os ovos na mesma cesta. Esse conselho simples e sábio é a essência por trás da diversificação dos investimentos: se a cesta cair, o risco de todos os ovos se quebrarem é alto.

Da mesma forma, não se deve colocar todo o capital em um único ativo, pois se este tiver um desempenho negativo ou tiver uma queda acentuada, isso pode ser devastador para o seu patrimônio.

A carteira de investimentos é, portanto, um conjunto diversificado aplicações financeiras que formam o patrimônio do investidor e permitem avaliar e gerenciar o risco e o retorno de cada um dos ativos.

Como funciona uma carteira de investimentos

Um exemplo de carteira de investimentos seria a divisão dos recursos de um determinado investidor entre 3 ativos diferentes: 50% em Tesouro Direto, 20% em CDB e 30% em um fundo de ações.

Neste caso, 70% do patrimônio está colocado em duas aplicações de renda fixa, que tem um rendimento menor, mas são mais seguras. Em contrapartida, 30% do capital total deste investidor está colocado em ações de empresas diferentes, que tem um potencial de lucratividade maior, mas apresentam também risco mais substanciais.

Este é apenas um exemplo, e a distribuição dos ativos e a formação da carteira vai depender unicamente do perfil do investidor.

A importância de controlar uma carteira de investimentos

Ao longo do tempo, o investidor que tem uma estratégia de investimentos sólida vai aprender a retirar recursos de um investimento que pode estar rendendo menos e colocar em outros mais estáveis ou que estejam rendendo um pouco mais.

O controle desses ativos pode ser colocado nas mãos de uma instituição que gerencia investimentos, como bancos e corretoras, que vai gerir o capital de uma forma coletiva e utilizar a experiência e o conhecimento de profissionais capacitados para aumentar a sua lucratividade.

Essa é uma forma de fazer. A outra é gerir você mesmo a sua a carteira de investimentos, o que exige certos conhecimentos técnicos e atenção ao mercado, mas garante uma maior tranquilidade sobre a efetivação da sua estratégia de investimentos.

Além disso, a gestão autônoma da carteira de investimentos é o caminho para entender cada vez melhor como funcionam as aplicações e se tornar um investidor mais maduro.

E então, gostou do artigo? Continue a sua jornada lendo outro texto do nosso blog ou acesse o nosso site e conheça todas as nossas soluções para investimentos e controle financeiro.

Precisando de um gerenciador de investimentos? Clique aqui e conheça agora!

Artigos Relacionados:

Efetividade Finanças Pessoais

Outros textos de Efetividade Finanças Pessoais

Adicionar comentário