25 de junho de 2019

Onde Investir em Renda Fixa Agora com a Selic em 8,50%

Como você já sabe a Selic subiu novamente e está em 8,50% ao ano. Com isto investimentos em Renda Fixa ficam mais atrativos. E onde investir em Renda Fixa agora com a Selic em 8,50%?

Caderneta de Poupança

A velha e boa poupança remunera em 70% da Selic. A rentabilidade é definida pelo Banco Central e é a mesma para todos os bancos. Sua rentabilidade anual com a Selic de hoje é de 5,95% e para investir não é cobrado taxas e não há incidência de imposto de renda. Você também não precisa ter conta corrente no banco, basta abrir a conta poupança.

É um investimento relativamente simples e bastante conhecido do brasileiro.

CDB

Um CDB para ganhar da poupança deve remunerar ao menos em 85% do CDI. Podemos dizer que o CDI se adere à Selic, portanto o CDI tem o mesmo valor da Selic. Não há taxa alguma para se investir em CDB, mas há incidência do IR sobre o lucro.

poupança 300x188 Onde Investir em Renda Fixa Agora com a Selic em 8,50%

LFT

Este título do governo paga a Selic descontando os custos sobre o valor aplicado (0,4%) e o IR sobre o lucro. Também você paga para a corretora, porém existem aquelas que não cobram taxa alguma.

A remuneração é diária e atrelada à taxa básica e não a uma taxa fixa, assim quando a Selic é alterada sua remuneração passa a ser diferente, para mais (tendência atual) ou para menos.

LCI e LCA

São bem semelhantes ao CDB com a vantagem de não serem tarifadas pelo IR. Os bancos as comercializam para aportes mais robustos. Enquanto em um CDB é possível aportar apenas R$ 500,00 nas LCIs e LCAs se costuma exigir quantias bem mais expressivas. Em grandes bancos o valor parte de R$ 30 mil.

Quanto maior o valor a investir melhor remuneração você terá.

Conclusão

É possível conseguir boa remuneração investindo apenas em Renda Fixa.

Crie o hábito de poupar e investir religiosamente ao menos 10% de sua renda líquida. No começo parece que o sacrifício de poupar não compensa pela baixa remuneração obtida, mas a maravilha dos juros compostos joga a seu favor e com o passar dos anos o bolo cresce. A paciência é uma virtude que premia no longo prazo.

Para objetivos de curto prazo, até 2 anos, eu recomendo poupança.

Se o prazo for maior que 2 anos você pode escolher a LFT. Os títulos públicos são atrativos para quem tem menos dinheiro a investir, pois o governo remunera igualmente a todos independente do valor. Já para valores mais robustos, em geral acima de R$ 15 mil já é possível negociar melhor remuneração nos bancos privados. Não aceite a primeira oferta e lembre-se que qualquer 0,1%, que parece pouco, faz uma boa diferença significativa no longo prazo. Portanto, brigue sim por apenas 0,1% a mais.

Boa semana!

Artigos Relacionados:

Jônatas Rodrigues da Silva

Administrador na Universidade Federal de São Carlos e professor do Estado de São Paulo no Centro Paula Souza. Autor do livro Método para a Educação Financeira: da Sensibilização à Ação.

Outros textos de Jônatas Rodrigues da Silva
2 Comentários

Adicionar comentário